Editores de vídeo

Tem muitas matérias na web com indicação de softwares, para todos os tipos e gostos. Mas muitas indicações nem foram testadas, você baixa e depois descobre que o software não faz metade (ou nada) do que a matéria na web comentava.
Aqui, neste blog, comento somente o que foi testado, e quando não foi testado, informo a respeito.

Posto isso, para ninguém perder tempo, seguem 3 indicações (testadas) de editores de vídeo, para quem não pode depender da internet para fazer edição de vídeos grandes:

Windows Movie Maker portátil (4,5 mb)
Apesar de ser o “PowerPoint do Vídeo”, e já haver versão para Windows 10 (Windows Stories), esse programa pode resolver muitos problemas para editar vídeos simples, sem múltiplas trilhas de vídeo e áudio. Não trabalha com formato MP4.
Nesse link do Windows Movie Maker Portátil a visualização do vídeo editado não apareceu em alguns computadores.

Portanto recomendo versões “não-portáteis”:
baixar o pacote Windows Essentials e escolher a instalação do Windows Movie Maker,
ou
baixar o software de sites como o Baixaqui no seu Windows até a versão 7,
e durante a instalação, fazer o download do software pela internet.

VideoPad (6 mb)
Um editor de vídeo que combina os recursos dos principais editores de vídeo do mercado (multiplas timelines de vídeo e aúdio, p.ex. Programa instalado, em versão gratuita e paga. Trabalha com múltiplos formatos de vídeo.
Observação:  Fácil de usar, porém, a versão gratuita só funciona (permitindo exportar o vídeo) se na inicialização você escolher “versão não-comercial”, e estiver conectado à internet.

LightWorks (82 mb)

  • Editor de vídeo com a maioria dos recursos de editores de vídeo profissionais.
  • Possui versão de avaliação e paga, sendo que boa parte dos recursos está bloqueada na versão gratuita (mas permite editar/cortar vídeos, com várias trilhas de áudio e vídeo, p.ex.).
  • Não é indicado para usuários iniciantes ou para edição rápida pois a interface demanda aprendizado.
  • Na versão gratuita exporta apenas em .mp4 (para Vimeo e Youtube); na versão paga trabalha com os formatos .wav, .avi, (não trabalha com .wmv) .mov, .mp4, entre outros.

ShotCut (101 mb) [RECOMENDADO]
Editor de vídeo gratuito, código aberto, portátil. Para Windows, Mac e Linux.
Como o LightWotks, a interface precisa ser aprendida, mas depois dessa breve etapa, é um editor de vídeo completo, como qualquer outro.
Apesar do tamanho, vale a pena pois é multiplataforma, portátil e gratuito, sem restrições.

Imagem: Freepik

Anúncios

Calibrador de tela / monitor

Segue lista comentada de calibradores de tela – online, instalados, gratuitos ou pagos – para quem precisdar ajustar as cores de monitores com ou sem restrição de calibração de cores/contraste:

Calibrize:
software gratuito, instalado, que faz correções de cor no seu monitor em 3 passos simples.

PowerStrip:
Programa gratuito, instalado muito completo para calibração de cores

Display Mate:
Solução paga, fornecida em CD, Pendrive ou como software, a partir de U$ 77,00

Testadores de monitor:
Esses links levam a ferramentas online para avaliar os níveis de contraste e nivelamento de cores de seu monitor:
Vanity – online monitor test
Photo Friday
Lagom

Links relacionados:
Teste de reconhecimento de cores (matizes)
X-write da Pantone

 

Ferramentas para captura de páginas da internet

Quem trabalha com internet – web designer ou developer/desenvolvedor – precisa capturar imagens de tela de sites, no desenvolvimento de projetos. Seja para amostragem, pesquisa, relatório, enfim: capturar páginas web encaixadas na tela ou na vertical com agilidade é uma necessidade das mais urgentes, mesmo que a pessoa tenha criado uma action/roteiro no editor de imagem favorito (Photoshop ou Fireworks) para esse fim.

Seguem aqui algumas ferramentas que facilitam esse trabalho, comentadas.

Full page screen capture: extensão para Google Chrome, captura a página da internet com qualidade e no tamanho mais próximo possível do original, sem distorções.

Existem diversas extensões para vários navegadores, portanto, escolha a extensão do seu navegador preferido…

Microsoft Edge Browser ScreenShots: ferramenta online para quem precisa capturar páginas web mas não pode ou não quer instalar software (no navegador ou computador). É, na verdade, uma versão do site Browser Stacks ou Browser Shots, mais rápida e resumida, ideal para quem quer agilidade.

Page2image: converte várias páginas em lote, para imagem; possui ferramentas para checar e emular páginas web móveis.

Snapito: converte páginas web em PDF

Web capture: ferramenta online que captura imagens reduzidas, por isso em resolução mais baixa.

Faststone: programa portátil, para capturar tela, sem ter de instalar software.

Greenshot: programa de captura de tela ou página web, instalado, para Windows.

 

screen-capture-captura-tela-phai.com

Imagem: Phai.com

Design: scripts para Adobe Illustrator

Descobri esse site – Scriptographer – que disponibiliza gratuitamente scripts para Adobe Illustrator (Windows e Mac, versão CS em diante).

scriptographer-1

Lembra plugins do Photoshop, só que estes são para automatizar tarefas com desenhos vetoriais 2D – criação de desenhos/rascunhos de árvores a partir de uma linha desenhada ou a vetorização de fotos, com pontos de reticula ampliados.

scriptographer-2 scriptographer-3

Vale a pena testar!

 

CBR – Comic Book Archive: o que é, como ler

Utilidade Pública: CBR – Comic Book Reader, leitor de histórias em quadrinhos

cbr-reader

Imagem: Comic Nerd

É um formato de arquivo compactado para armazenar HQs (histórias em quadrinhos) digitalizadas.
Mais informações leia na Wikipedia.

Dicas úteis sobre .CBR

O Sumatra, um popular leitor de PDF, lê arquivos .CBR.

Mais

Macromedia, Adobe: Freehand MX

freehand-mx-logo

Estou descobrindo (tardiamente, confesso) o Freehand MX. Agora compreendi porque este software tem tantos usuários e fãs,  mesmo tendo sido descontinuado há anos pela Adobe (em favor do Illustrator): o Freehand é mais fácil de usar que o Corel Draw (!).
Como todos os produtos da antiga Macromedia, o Freehand MX é um inteligente apanhado dos melhores programas do mercado da época (o FH lembra muito o finado PageMaker e o Illustrator, p.ex.). Apesar de ser incrível descobrir que para curvar uma linha reta basta apenas clicar duas vezes num nó e depois arrastar a linha (!), essas descobertas só se tornam intuitivas (ou práticas) após descobrir como executá-las.  Por isso posto aqui links para a ajuda online do Freehand no site da Adobe, além de manual sobre o Freehand, do site manualslib.com.

Design: dicas de gerenciador de fontes portátil

design-fontes-gerenciador-fontes-1 design-fontes-gerenciador-fontes-2

Postado duas dicas de gerenciadores de fontes portáteis para Windows na seção Design.